sábado, 15 de outubro de 2016

O descaramento e a insolência de um juiz

São simplesmente absurdos, revoltantes e inaceitáveis o descaramento e a insolência com que o juiz José Renato Nalini nesse vídeo "explica" porque a classe dos juízes ganha tão bem. Suas alegações são um escárnio ao cidadão comum, que não desfruta de tantas benesses e privilégios como essa curriola togada.

Esse cara (não consigo chamá-lo de cidadão) é biografado como jurista, professor, escritor, político, ex-desembargador do Tribunal de Justiçado Estado de São Paulo, imortal da Academia Paulista de Letras (que já presidiu) e -- pasmem! -- é o atual Secretário de Educação do Estado de São Paulo! Resumindo: esse cara é a síntese da ética esgarçada que campeia no Brasil. Depender de uma justiça que tem um Nalini como paradigma é de arrepiar. E ter essa mesma pessoa comandando a  educação no estado mais importante do país é mais do que preocupante, é profundamente constrangedor e desanimador.


 

7 comentários:

  1. Com licença da m'a palavra, este cara é um filho da puta !!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. QUE NOOOOJOOOOOOOOO!!!!!!!! eles VIVEM EM OUTRO MUNDO! QUANTA CRETINICE!!!

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente inacreditáveis as argumentações! Quer dizer que a justificativa de ter o juiz que usar “um terno diferente a cada dia da semana”, que ter que pagar 27% de IR, sobre bom salário (“um juiz ganha bem”, afirma o argüido), que ter carro (entendia que o juiz tem direito a carro e a motorista pagos com recursos dos contribuintes) e ter outros “subsídios” , além do auxílio moradia para DISFARÇAR (dissimular, oculta, não ser conhecido, mascarar ...) defasagem (seria do bom salário?), são argumentos e indicativos de “Soberania” (conforme Aurélio ... qualidade de soberano, autoridade moral, que não deve a nenhuma outra ordem a sua autoridade superior, etc) de membros do Poder Judiciário ou do País que também deveriam ser aplicados (“mutatis mutantis”) ao trabalho de médicos, bancários, professores, bombeiros, policiais, trabalhadores em geral geram as riquezas do país e pagam impostos, enfim, em última instância, não deveriam ser aplicados, com primazia, ao POVO, em democracias, único SOBERANO para o qual, em nome do qual e sobre o qual repousa o ônus das despesas pelo trabalho dos servidores públicos nas estrutura de Governo ? Ainda bem que a presidente do STF reconhece que a justiça não atende às expectativas da população - na minha observação, inclusive, quanto ao custo benefício de salários com que arca versus eficiência de serviços que recebe – à qual cumprimentou, em primeiro lugar, numa discreta e simples solenidade de posse regada a água e cafezinho.

    ResponderExcluir
  4. Recebimento por email de Carlos Aguiar:

    É realmente inacreditável
    ouvir isto de um juiz.
    Ab, Aguiar

    ResponderExcluir
  5. Recebido por email de Amaury Frossard Ribeiro:

    Boa tarde, Sr. Vasco.
    Concordo com o senhor.
    É um escárnio a defesa desse juiz.

    ResponderExcluir
  6. JUIZ IDIOTA BOÇAL VAGABUNDO

    ResponderExcluir
  7. ESSE JUÍZ ESCROTO DEVERIA É TER VERGONHA NA CARA, POIS ELES GANHAM TUDO ISSO E O POVO QUE SE FODA! HÁ ME POUPEM UM VAGABUNDO DESSE DEVERIA SE RETRATAR COM A POPULAÇÃO BRASILEIRA ISSO SIM! POIS A EDUCAÇÃO, A SAÚDE, SEGURANÇA PÚBLICA, TRANSPORTE PÚBLICO, ESTÃO TODOS SUCATEADOS NESSA BOSTA DE PAÍS. É POR ISSO QUE A MÚSICA DE RITA LEE DIZ: QUE TUDO VIRA BOSTA, E ELA TEM RAZÃO! O QUE ELE DIZ É UM TAPA NA CARA DA SOCIEDADE BRASILEIRA. POIS SE UM JUÍZ FALA TUDO ISSO ENTÃO IMAGINEM OS POLÍTICOS, SIMPLESMENTE RIEM DE TODOS NÓS! O JUÍZ SÉRGIO MORO, QUE É UM HOMEM ÍNTEGRO, VALE TODO NOSSO RESPEITO, ELE ESTÁ PONDO ORDEM NESSE GALINHEIRO! VAMOS COMEMORAR QUANDO ELE PRENDER LULA MOLUSCO, O LÍDER DA GANG E SUA CORJA TODA DO PT!
    LARISSA FRAGA NUNES - SALVADOR - BA

    ResponderExcluir